100%

Vereadores manifestam apoio a sindicatos em defesa dos direitos dos trabalhadores rurais

Vereadores manifestam apoio a sindicatos em defesa dos direitos dos trabalhadores rurais Vereadores manifestaram apoio a sindicatos ligados aos agricultores
Os vereadores Cláudio Barp (MDB), Carlos Grassi (PP), Everaldo Di Berti (PSD), Gilberto Berté (MDB), Odemar Marques (PDT), Silvia Kuhn (MDB) e Vanirto Conrad (PDT) apresentaram uma moção manifestando apoio aos sindicatos e Federação dos Trabalhadores da Agricultura de Santa Catarina (Fetaesc) em prol da defesa dos direitos dos trabalhadores por ocasião da reforma da Previdência.

“Acreditamos que a aposentadoria dos trabalhadores rurais pode ser considerada uma ajuda social, pois estes passam toda sua vida produtiva trabalhando várias horas diárias a mais que o trabalhador urbano, fazendo jus ao reconhecimento pelo governo da nobre missão que realizam, produzindo alimentos para a população urbana e até para exportar”, justificam os vereadores. Os autores da moção ainda defendem um valor de aposentadoria digno e a manutenção da atual idade mínima.

A moção, aprovada durante a sessão desta quinta-feira (11), será enviada ao presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Joel da Silveira Moura; ao presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, Adair Teixeira, e ao presidente da Fetaesc, José Walter Dresch. Membros dos sindicatos se manifestaram na sessão.

BR-163

O vereador Elias Araújo (PSD) apresentou moção solicitando ao Dnit que promova obras emergenciais de pintura de faixas de sinalização horizontal e colocação de tachas refletivas na BR-163, no trecho entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira, até que iniciem as obras de revitalização da rodovia. Elias ressalta que esse trecho está em total descaso, que está ciente de que o projeto de revitalização da rodovia está encaminhado, mas que isso ainda levará algum tempo para ser concretizado, o que justificam as obras emergenciais.

“A cada temporal, o problema com buracos e desníveis aumenta o perigo para os condutores que transitam pelo Extremo-Oeste de Santa Catarina. Como se não bastasse isso, a falta de sinalização adequada agrava mais a questão da segurança na via”, acrescenta. O pedido será enviado ao supervisor do Dnit em Chapecó, Diego Fernandes da Silva.

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO

Cássio da Silva (MDB) e José Giovenardi (PR) apresentaram moção solicitando à Administração Municipal que contrate dentista com especialidade em cirurgia bucomaxilofacial para “efetiva melhoria de atendimento no Centro de Especialidades Odontológicas”.

Conforme os vereadores, usuários têm procurado os vereadores para expressar insatisfação com a demora no atendimento odontológico, principalmente de extração de dente de siso. Os autores da moção contataram o setor responsável do CEO, que informou que a demora nos atendimentos se dá devido à falta de profissional especialista em cirurgia bucomaxilofacial para realização dos procedimentos desta área, desde o início do mês de dezembro de 2018, “o que causa um atraso e a ineficiência no atendimento à população”.

“Solicitamos ao Secretário de Saúde que dê atenção máxima e especial a esta situação e realize a contratação imediata do dentista faltante no quadro do CEO, haja vista o prolongado período que o Município ficou sem os serviços deste profissional e também para que se volte a atender a população com a atenção e os procedimentos especializados que preconizam os serviços de saúde nas leis e normas vigentes”, complementam os vereadores.

INDICAÇÕES

Vagner Passos (PSD) apresentou indicação em que solicita à Administração Municipal que execute pavimentação com pedras irregulares e drenagem pluvial, com recursos a fundo perdido, na Rua Nercila Wurzius, no Bairro Salete. Conforme Vagner, os moradores daquela rua relatam que sofrem com a falta de infraestrutura principalmente em dias de chuva, quando a água não tem local adequado para escoar, resultando em péssimas condições para transitar pelo local. O pedido será encaminhado ao prefeito e aos secretários de Planejamento e Urbanismo e de Obras.

Maria Tereza Capra (PT) e Milto Annoni (PR) indicam à Administração Municipal que estude a viabilidade de instalar caixas coletoras de resíduos sólidos nos locais que não possuem boca de lobo inteligente. “A instalação das caixas coletoras facilitará a limpeza e manutenção das bocas de lobo, evitando que fiquem entupidas na época das chuvas. As caixas coletoras funcionam como um filtro, inibindo que os resíduos sólidos tenham acesso às galerias, protegendo assim o meio ambiente e diminuindo os riscos de cheias”, justificam os vereadores.

“Sabemos que haverá custos com a implantação do sistema, mas os benefícios futuros os compensarão. Os cestos removíveis facilitam a limpeza e manutenção e diminuem a exposição do trabalhador ao ambiente insalubre que é o interior das bocas de lobo”, acrescentam. A indicação será enviada ao prefeito e à secretária de Urbanismo.

Notícias

Câmara sediará Seminário Estadual sobre Gestão Cultural

Vereadores pedem manutenção de agência da Receita Federal em São Miguel do Oeste

Câmara presta homenagem pelos 60 anos de fundação do Colégio Jesus Maria José

Vereadores manifestam apoio a sindicatos em defesa dos direitos dos trabalhadores rurais

Vereadores aprovam pedido de vistas a projeto sobre exploração de terminal rodoviário

Vereadores aprovam aumento de repasse para Apae, Apas e Rede Feminina

Vereadores pedem instalação de novo trevo na BR-282, asfaltamento, lombada e obras de drenagem

Câmara abre processo seletivo para contratar auxiliar de serviços gerais

Justiça determina afastamento de vereador de Comissão Parlamentar de Inquérito

Vereadores sugerem criação de hemocentro no Hospital Regional