100%

Câmara presta homenagem à equipe de enfermagem do Hospital Regional

Câmara presta homenagem à equipe de enfermagem do Hospital Regional Moção de aplauso foi entregue a membros da equipe de enfermagem e ao diretor do Hospital
O vereador Vagner Passos (PSD) prestou uma homenagem à equipe de enfermagem do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste pelo trabalho dedicado aos pacientes diariamente “com carinho e profissionalismo”. A moção de aplauso foi defendida nesta terça-feira (13) e entregue à gerente de Enfermagem do Hospital Regional, Márcia Dreher, a enfermeiros da instituição e ao diretor da casa de saúde, Jeferson Gomes.

Vagner Passos ressalta que o Hospital Regional conta com 146 técnicos em enfermagem, 33 enfermeiros assistenciais, divididos em quatro turnos de trabalho, e que a equipe é subdividida em 13 setores assistenciais. “São profissionais que atuam diretamente com o paciente. A equipe de enfermagem é aquela que está diretamente em contato com os pacientes desde a sua chegada ao Hospital até a saída quando de sua alta hospitalar”, ressalta o vereador.

Na sessão também foi aprovada moção de apelo de Carlos Grassi (PP). O vereador solicita ao Dnit que coloque grade de proteção na caixa de drenagem localizada no aterro próximo ao trevo de acesso à BR-282, no sentido São Miguel do Oeste – Guaraciaba. Conforme o vereador, a caixa de drenagem tem uma altura considerável e não conta com nenhuma proteção e nem sinalização. O pedido será enviado ao supervisor do Dnit em Chapecó, Diego Fernando da Silva.

AUMENTO DOS MINISTROS DO SUPREMO

Outro tema debatido na sessão foi o aumento dos ministros do STF. O vereador Cássio da Silva (MDB) apresentou moção manifestando repúdio à aprovação do projeto que contemplou o aumento de 16,38% para ministros do Supremo Tribunal Federal e Procuradoria Geral da União, a partir do qual os salários passarão a ser de R$ 39,2 mil em caso de sanção presidencial. Conforme Cássio, caso o reajuste seja sancionado, haverá um “efeito cascata” sobre todo o funcionalismo federal, com impacto de R$ 4 a 6 bilhões nas contas públicas. O vereador lembra ainda que o salário dos ministros é muito superior à renda média do trabalhador no país.

A moção de repúdio será enviada ao presidente de República, Michel Temer; ao presidente do STF, Dias Toffoli; à procuradora-geral da República, Raquel Dodge; ao presidente do Senado, Eunício Oliveira; e ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Notícias

Câmara fará ponto facultativo

Câmara presta homenagem pelos 60 anos de fundação do Colégio Jesus Maria José

Vereadores manifestam apoio a sindicatos em defesa dos direitos dos trabalhadores rurais

Vereadores aprovam pedido de vistas a projeto sobre exploração de terminal rodoviário

Vereadores aprovam aumento de repasse para Apae, Apas e Rede Feminina

Vereadores pedem instalação de novo trevo na BR-282, asfaltamento, lombada e obras de drenagem

Câmara abre processo seletivo para contratar auxiliar de serviços gerais

Justiça determina afastamento de vereador de Comissão Parlamentar de Inquérito

Vereadores sugerem criação de hemocentro no Hospital Regional

Câmara aprova criação do Dia Municipal da Proclamação do Evangelho e da Reforma Protestante