100%

Vereadores aprovam alteração em nome de ruas e declaração de utilidade pública

Vereadores aprovam alteração em nome de ruas e declaração de utilidade pública Vereadores aprovaram projetos de lei em primeiro e segundo turnos
Os vereadores de São Miguel do Oeste aprovaram nesta terça-feira (2), em primeiro turno, dois projetos de lei dando nome a ruas em loteamentos. Um deles, de autoria de todos os vereadores, denomina de Rua Beatriz Wünsch Kist a Rua Projetada J, localizada no Loteamento Agostini, no Bairro Agostini.

A homenageada nasceu em 1953 em Santa Cruz do Sul, em uma família com mais cinco irmãos. Formou-se em Direito, e em 1981 casou-se com Astor Kist. Na empresa Astor Kist e Cia Ltda, hoje Conak Construções e Empreendimentos Ltda, participou ativamente com seu esposo no setor administrativo e financeiro. Quando preciso, também fazia o papel de motorista, de mestre de obras ou de conselheira.

Nos seus 29 anos de São Miguel do Oeste, Beatriz Wünsch Kist foi um dos pilares da construtora e incorporadora, participou do Coral da Acosmo, da Casa da Amizade e era uma pessoa ativa na sociedade em promoções e eventos. Foi uma mulher muito religiosa e fervorosa. Gostava de viajar e, ao lado de seu marido, conheceu muitos países mundo afora e muitos locais turísticos do Brasil.

No início de 2008 descobriu um tumor no intestino, que após duas cirurgias e dois anos de luta e sofrimento a levou a óbito em 16 de janeiro de 2010. A quantidade de flores que recebeu em seu velório deu a dimensão clara de quanto era benquista na comunidade miguel-oestina. “Beatriz, ou Bea, como era chamada, não tinha inimigos, queria bem a todos e fazia o bem a todos. Deixou muita saudade para a família, para o esposo, para a empresa e para comunidade em geral. Seus familiares desejam que Deus lhe dê muita luz e paz na sua nova vida”, registram os vereadores.

RUA FARROUPILHA

Outro projeto de lei é de autoria do vereador Elias Araújo (PSD) e denomina de “Farroupilha” a Rua Projetada C, localizada no Loteamento Alvorada, no Centro. Conforme o vereador, a denominação da rua visa homenagear a cidade em que muitos imigrantes italianos se estabeleceram, incluindo ancestrais dos miguel-oestinos, “dando início a uma nova vida em busca de prosperidade e paz no Brasil”. Ele ressaltou que a sugestão do nome veio da Família Sebben, que reside naquela rua.

MÃOS DE LUZ

Os vereadores também aprovaram o Projeto de Lei 105/2018, de autoria de Everaldo Di Berti (PSD), que declara de utilidade pública a Casa Fraterna Mãos de Luz, de São Miguel do Oeste. A entidade tem por objetivo e finalidades o estudo, a prática e a difusão do espiritismo em todos os seus aspectos, com base nas obras de Allan Kardec; a prática da caridade espiritual, moral e material por todos os meios ao seu alcance, dentro dos princípios da Doutrina Espírita, desenvolvendo atividades nas áreas assistencial, cultural, beneficente e filantrópica; e a união solidária das sociedades espíritas e a unificação do movimento espírita.

Ainda foi aprovado em primeiro turno o Projeto de Lei 103/2018, que autoriza o Município de São Miguel do Oeste a desdobrar, remembrar e permutar lote institucional e dá outras providências. O projeto aprova o desdobramento de lote destinado a área institucional do Loteamento Esplanada; o remembramento de lote do Loteamento Esplanada; e a permuta de lote do Loteamento Esplanada com lote do Loteamento Augusto Antônio Zanella.

Os vereadores também aprovaram o Projeto de Lei Complementar 13/2018, que altera a Lei Complementar 25/2013, cria duas vagas de arquiteto e dá outras providências. O projeto amplia as vagas contidas, ampliando de duas para quatro as vagas de arquiteto. Os projetos foram aprovados em primeiro turno durante a sessão ordinária desta terça e ainda passarão por uma segunda votação antes de serem enviados ao prefeito para sanção.

PROJETOS EM SEGUNDA VOTAÇÃO

Em segunda votação, os vereadores aprovaram dois projetos de lei. Um deles, de autoria de Everaldo Di Berti (PSD), dispõe sobre os critérios de preenchimento e da transparência de informações na distribuição das vagas de educação infantil do município de São Miguel do Oeste. O projeto foi aprovado por maioria dos vereadores presentes, com voto contrário de Maria Tereza Capra. O outro projeto aprovado é o PLC 10/2018, que dá nova redação ao Artigo 2º e altera o Anexo I da Lei Complementar 7/2011, estabelecendo novo limite do perímetro urbano do Município, e contém outras providências.

Notícias

Vereadores pedem informações sobre obra do Creas, corte de árvores e arrecadação com multas

Ex-prefeito João Valar recebe o título de Cidadão Honorário

Vereadores apelam pela manutenção do polo da Universidade Aberta do Brasil

Câmara presta homenagem à Apae pelos 40 anos de atividades

Vereadores aprovam projetos que autorizam financiamento de R$ 15 milhões

Câmara repassa R$ 350 mil à Prefeitura

Vereadores aprovam leis orçamentárias de São Miguel do Oeste para 2019

Câmara concederá título de Cidadão Honorário a João Valar

Câmara presta homenagem aos 20 anos da Polícia Militar Ambiental em São Miguel do Oeste

Vereadores mirins escolhem Mesa Diretora e aprovam projeto de lei