100%

Vereadores pedem reparos em ruas e instalação de lombadas

Vereadores pedem reparos em ruas e instalação de lombadas Cláudio Barp pediu a solução do problema de alagamento da Rua Olinda Vidor. Foto divulgação
A Câmara de Vereadores de São Miguel do Oeste aprovou quatro indicações e dois requerimentos de informação na sessão desta terça-feira (14). Uma das indicações é de Maria Tereza Capra (PT) e solicita reparos na Rua Rinaldo Henrique Panzenhagem, situada no Bairro São Sebastião, bem como a instalação de canalização pluvial. A vereadora aponta que essa via possui muitos cascalhos soltos e buracos aumentando dia após dia, e ressalta que a falta de pavimentação causa transtornos aos moradores, como a poeira e o barro. A indicação será enviada ao prefeito e ao secretário de Obras.

Já Cláudio Barp (PMDB) pediu a solução do problema de alagamento da Rua Olinda Vidor, no Bairro Agostini, próximo à UPA. Conforme Barp, quando ocorrem chuvas, a água fica empoçada em trecho dessa rua, o que impossibilita o tráfego de pedestres. O pedido será encaminhado à secretária de Desenvolvimento Urbano e ao prefeito.

LOMBADAS

José Giovenardi (PR) indicou a instalação de um redutor de velocidade na Rua Itaberaba, na quadra entre as ruas Ângelo Longhi e Trinta de Dezembro, no Bairro Sagrado Coração de Jesus. O pedido será encaminhado à secretária de Desenvolvimento Urbano e ao prefeito. Vanirto Conrad (PDT) sugeriu a instalação de duas lombadas físicas na Rua Sudoeste, entre a Rua Afonso Pena e Travessa São Miguel, e de duas lombadas na Rua São Judas Tadeu, entre a Travessa São Miguel e a BR-386, no Bairro Santa Rita. O pedido será encaminhado à secretária de Planejamento e ao presidente do Cotrasmo.

REQUERIMENTOS DE INFORMAÇÃO

Os vereadores aprovaram ainda dois requerimentos de informação. Um deles, de Vagner Passos (PSD), solicita ao prefeito e à secretária de Desenvolvimento Urbano que informem se existem e quais as regras adotadas para a instalação de lixeiras próximo a estabelecimentos comerciais que servem alimentos; e quais as medidas que estão sendo tomadas quanto ao mau cheiro do lixo depositado nas lixeiras próximo a esses locais.

Outro requerimento foi proposto por Cássio da Silva, Gilberto Berté e Silvia Kuhn (PMDB), e solicita ao prefeito e ao secretário de Saúde que informem quais os critérios utilizados para chegar ao valor unitário por habitante de repasse financeiro do município ao CIS-Ameosc, constante no Projeto de Lei 125/2017. Os vereadores pedem também cópia do contrato e seus aditivos em vigência efetuados entre o município e o CIS-Ameosc; e a cópia dos repasses financeiros de recursos próprios e vinculados dos últimos 12 meses. O requerimento foi aprovado por maioria, com voto contrário de Carlos Grassi.

Notícias

Vereadores pedem informações sobre obra do Creas, corte de árvores e arrecadação com multas

Ex-prefeito João Valar recebe o título de Cidadão Honorário

Vereadores apelam pela manutenção do polo da Universidade Aberta do Brasil

Câmara presta homenagem à Apae pelos 40 anos de atividades

Vereadores aprovam projetos que autorizam financiamento de R$ 15 milhões

Câmara repassa R$ 350 mil à Prefeitura

Vereadores aprovam leis orçamentárias de São Miguel do Oeste para 2019

Câmara concederá título de Cidadão Honorário a João Valar

Câmara presta homenagem aos 20 anos da Polícia Militar Ambiental em São Miguel do Oeste

Vereadores mirins escolhem Mesa Diretora e aprovam projeto de lei