100%

Vereadores aprovam projeto que trata de repasse para APPs

Vereadores aprovam projeto que trata de repasse para APPs Vereadores aprovaram projeto sobre repasses para as Associações de Pais e Professores
Os vereadores de São Miguel do Oeste aprovaram em segundo turno, nesta terça-feira (26), o Projeto de Lei 68/2018, que dá nova redação aos parágrafos 1º e 2º do Artigo 1º e ao Artigo 2º da Lei 7.492/2018, que autorizou o repasse de recursos financeiros às APPs. O projeto prevê que os valores anuais repassados a cada APP serão assim distribuídos: para unidades escolares com até 100 alunos matriculados, o valor será de R$ 7 mil; para unidades que possuem entre 101 e 150 alunos, o valor será de R$ 9 mil; para unidades escolares que possuem entre 151 e 200 alunos matriculados, o valor será de R$ 10 mil; para unidades escolares que possuem de 201 a 250 alunos matriculados, o valor será de R$ 12 mil; e para unidades escolares que possuem mais de 250 alunos matriculados, o valor será de R$ 15 mil. Na lei original, os valores previstos eram de R$ 700 a 1,5 mil mensais por unidade escolar, de acordo com o número de alunos.

Outra alteração prevista é o prazo para repasse dos valores. O projeto prevê que no exercício financeiro de 2018 os valores serão repassados até 30 de junho, e nos exercícios financeiros subsequentes o repasse acontecerá até 30 de abril de cada ano. Já a Associação de Pais e Professores terá o prazo até 28 de fevereiro do ano subsequente ao recebimento do recurso para comprovar “a boa e regular aplicação dos recursos junto à Contadoria Geral do Município”.

INCENTIVOS ECONÔMICOS

Outro projeto aprovado autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder incentivo econômico à empresa Bassetto Estruturas Metálicas Ltda – ME. O incentivo autorizado é de 40 horas-máquina, destinados a terraplenagem, demolição de construção antiga e transporte de resíduos para a ampliação do pátio para manobra de veículos, depósito externo e ampliação do estabelecimento industrial. O texto afirma ainda que a efetivação do incentivo está condicionada à disponibilidade financeira.

RECUO FRONTAL E DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Os vereadores aprovaram em segundo turno outros dois projetos de lei. Um deles, de autoria de Everaldo Di Berti (PSD), Vagner Passos (PSD), Elias Araújo (PSD) e Gilberto Berté (MDB), insere o Artigo 178-A e parágrafo único na Lei Complementar 5/2011, que instituiu o Código de Posturas do Município de São Miguel do Oeste. O projeto autoriza a utilização do recuo frontal dos imóveis localizados entre o alinhamento da calçada e a edificação para estacionamento e/ou exposição de veículos, desde que preservem uma faixa mínima para o trânsito público, não inferior a dois metros, que correspondam apenas às testadas dos estabelecimentos comerciais para os quais forem licenciados.

O texto prevê que a ocupação dependerá de autorização fornecida a título precário pela Municipalidade, e que o requerimento da licença deve estar acompanhado de planta ou desenho indicando a testada da casa ou estabelecimento comercial, a largura do passeio e a disposição do espaço a ser utilizado.

Já o Projeto de Lei 58/2018 altera o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária (LOA) através da abertura de um crédito adicional suplementar na importância de R$ 155.336,65. O objetivo é incrementar dotação orçamentária que se evidenciou insuficiente no decorrer do ano financeiro, tendo em vista o mandamento legal constante das leis municipais 7.462/2017 e 7.461/2017, referente aos repasses financeiros para a Apae e Apas do município.

Notícias

Vereadora pede ampliação do horário de atendimento na DPCami

Câmara aprova doação de imóvel para construção de sede da Ameosc

Vereadores do MDB prestam homenagem ao Clube de Desbravadores Iguaçu

Câmara presta homenagem aos 30 anos da JCI

Projeto dá nome de Odirlei Robson Matana a rua no Distrito Industrial na Linha Emboaba

Câmara presta homenagem à Pátria em sessão solene

Câmara aprova declaração de utilidade pública para o CIEE/SC

Vereadores de São Miguel visitam hospitais oncológicos de Cascavel

Vereador pede tempo de tolerância de 10 minutos no estacionamento rotativo

Câmara aprova alteração no Código de Posturas, declaração de utilidade pública a entidade e recebimento de veículo e imóvel